"Se as empresas não forem eficientes no uso de recursos, vão à falência"

Eng. Mira Amaral (Ministro da Indústria e Energia entre 1987 e 1995)

Apresentação


O Curso de Pós-graduação em Gestão de Operações e Serviços Industriais (PG-GOSI), Coordenado pelo Prof. Doutor Albino Reis, destina-se a profissionais ligados à Indústria e aos Serviços que desempenhem funções nas áreas de gestão industrial, engenharia, planeamento e controlo da produção e operações, logística e supply chain management.

A PG-GOSI é ministrada por Formadores ligados ao mundo empresarial, que conseguiram aliar uma sólida formação académica à experiência do saber-fazer, apoiando as suas intervenções em casos práticos e levando os Formandos a descobrir oportunidades de melhoria das suas funções. Os nossos Formadores ensinam o que praticam e praticam o que ensinam. O seu saber não é apenas livresco. É também prático! Têm obra feita!

Com uma duração de 288 horas, distribuídas por 12 Disciplinas e 10 Seminários, a PG-GOSI procura transmitir aos seus Participantes conhecimentos e boas práticas de gestão empresarial em domínios tão actuais como lean management, gestão de operações, logística industrial, gestão de energia, custeio industrial e gestão de projectos. Como complemento à formação em sala, o programa da PG-GOSI contempla ainda a realização de um Projecto Final (a realizar em ambiente empresarial, com a duração de 12 semanas, e que culmina com a apresentação de uma monografia) e 10 Visitas a Empresas.

A Gestão de Operações tem como responsabilidade a gestão dos processos (atividades) que produzem os produtos ou serviços que uma empresa disponibiliza ao mercado. Sem quaisquer dúvidas, que é uma das funções nucleares de qualquer empresa, independentemente do seu ramo de atividade. Nem todas as empresas dispõem de um departamento chamado operações, mas todas terão operações/atividades/processos, em que as decisões a tomar serão semelhantes e dizem respeito à forma como produzem produtos ou serviços, nomeadamente no que diz respeito ao planeamento das atividades, utilização eficaz dos recursos e à seleção dos indicadores a utilizar na monitorização da performance organizacional.

O Gestor de Operações é um elemento preponderante em qualquer sistema de gestão de qualquer empresa. À sua equipa caberá a responsabilidade última pela criação de valor ou seja a produção dos produtos ou serviços. O campo de atuação de um gestor de operações engloba o planeamento, organização, coordenação, monitorização e controlo, assumindo uma preponderância fundamental no sucesso duradoiro das empresas.